Super-sedan Bugatti Galibier 16C é apresentado ao público em 2009 como protótipo da nova linha, mas a revista norte-americana MOTOR TREND publica que a fabricante francesa deixaria esse status e passaria a fazer parte da linha de montagem, mas o CEO da Bugatti, Wolfgang Schreiber disse que não tem possibilidade de fabricar o modelo e a nova geração do Veyron.

O super-sedan teria uma briga certa em seu caminho o Porsche Panamera, o Galibier causou boa impressão no Salão de Frankfurt de 2009, com seus 5,3 metros de comprimento, aproximadamente 2 mil quilos, um motor 8.0 W16 com 1.001 cv de potência, tudo isso por apenas 1 milhão de euros cada.

 

 

No fim do ano (2014), veio nova promessa do lançamento da Bugatti Galibier 16c, utilizando o mesmo conceito do modelo mostrado em 2009 no Salão de Frankfurt, alçando o melhor em elegância e conforto. Após o envolvimento da Volkswagen no apoio direto na produção do Bugatti Galibier 16C evergreen sedan, depois de muito tempo deve sair ao mercado com preço estimado em 1,4 milhões de euros, dependendo das especificações do modelo.

Há pequenas adaptações no novo modelo, ajustes nos pilares para ampliar o espaço interno para as pernas, espaço interno luxuoso e tecnológico, contará com detalhes em porcelana, estofamento de couro na cor caramelo. Exterior com iluminação LED deixando ainda mais agressivo o seu visual e ao mesmo tempo atraente.

O Bugatti Galibier 16C 2015 contará com uma nova versão do seu motor, mantendo os 8.0 litros, mas com os 16 cilindros na versão Flex Fuel Drivetrain; sistema de escape de titânio de oito canais, com estimativa de mais de 1.000 cv; surgem ainda boatos de uma versão híbrida para redução na emissão de gases e performance com o apoio do motor elétrico.

 

[{"w":1024,"sw":336,"sh":280},{"w":640,"sw":300,"sh":250},{"w":320,"sw":180,"sh":150}]